Cineasta, quer faturar? Leia a Bíblia * Reportagem

2 06 2007

cifrao.jpegSe você fosse investir num filme, em qual apostaria seu dinheiro, num que tivesse valores cristãos ou num com violência, sexo, palavrões ou ofensas religiosas? Há muitas décadas, Hollywood e grande parte dos realizadores brasileiros preferem seguir o segundo caminho. Afinal, quem quer ouvir falar de ética, honra, castidade e outras questões defendidas pelo Cristianismo, não é? Pois bem, a resposta a essa pergunta é: o público, pelo que mostra um estudo feito ao longo de cinco anos com produções de conteúdo radicalmente cristão junto a longas-metragens com valores extremamente anticristãos.

Os números não mentem: os filmes com valores bíblicos faturaram 3,5 mais do que os outros. Foram analisadas mais de mil obras, lançadas entre 2002 e 2006. A bilheteria média das produções com valores cristãs foi de US$ 65 milhões, contra US$ 17 milhões das demais. Conclusão: se os cineastas e estúdios quiserem aumentar seus ganhos, devem começar a eliminar de suas histórias a violência, o sexo, os palavrões, a ofensa religiosa, a…

(Publicado originalmente pelo colunista Maurício Zágari Tupinambá na coluna Cinevídeo da revista Enfoque Gospel)

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: