Shrek Terceiro * Crítica

13 06 2007

Shrek TerceiroBom para toda a família
Contos de fadas são contos de fadas: não são para serem levados a sério. Por isso mesmo, Shrek Terceiro é uma excelente diversão para toda a família cristã, com entretenimento colorido para as crianças e piadas compreensíveis apenas por adultos. Como os outros dois episódios da série, oferece aquilo que os contos de fadas têm de mais importante: uma moral da história que exalta o bem e põe o mal em seu devido lugar – entre os perdedores. E, num mundo relativista como o nosso, reforçar o valor da verdade, da honestidade e da lealdade nunca é demais.
Shrek Tereiro é o filme mais engraçado da trilogia. Pode ficar certo de que você terá 93 minutos de boas gargalhadas. É claro que o longa-metragem tem momentos de flatulências e outros gases, mas nada que incomode profundamente uma boa família cristã. As excelentes mensagens que a história passa sobre amor, honra, auto-aceitação, maturidade e a importância da família compensam de longe essas idiossincrasias. Em alguns momentos há até mesmo situações que destacam a importância de reconhecer e confessar suas mentiras.

Shrek Terceiro

Desta vez, Shrek tem que encontrar um substituto de caráter que seja capaz de suceder seu sogro no trono do reino de Tão Tão Distante. Caso contrário, ele, contra a vontade, terá de assumir cargo. E é óbvio que o mal-inencionado Príncipe Encantado vai fazer das suas para tentar usurpar o trono. Não espere criatividade, a linha de Shrek Terceiro é a mesma dos dois outros episódios. Mas, pensando bem…isso é ótimo, certo? Vale o ingresso.

Maurício Zágari Tupinambá

CotaçãoCotaçãoCotaçãoCotação

[Veja o trailer]
[Confira o conteúdo no Devo assistir?]

 

 

Anúncios

Ações

Information




%d blogueiros gostam disto: