Superbad – É hoje! * Crítica

18 10 2007

SuperbadSexo, sexo, sexo, álcool, drogas, sexo, sexo, sexo…

“Superbad” começa com uma mensagem: só pense em sexo, só fale sobre sexo, faça sexo, muito sexo, só sexo, nada além de sexo, sexo, sexo, sexo, sexo, SEXO!!!!!! Depois encha a cara de álcool – e, de preferência, saia por aí depois dirigindo feito um louco. Se quiser se drogar, tudo bem, vá fundo, que mal há??? Depois é só fazer sexo e está tudo certo. Ah, não esqueça de fazer sexo.

E aí o filme acaba.

Não há muito mais a dizer sobre este subproduto da indústria cinematográfica. Tire os hormônios e não sobra absolutamente nada. Cheira mal e corrói a alma. Um lixo.

Maurício Zágari Tupinambá
Equipe CINEGOSPEL

Cotação: razoável

[trailer vetado: excesso de sexo e nudez]

Anúncios

Ações

Information

One response

3 01 2008



%d blogueiros gostam disto: