O Suspeito * Crítica

8 01 2008

O Suspeito Um mundo onde tudo é relativo

O Suspeito 4Séculos 5 e 4 a.C. Na Grécia antiga, surgia um grupo de filósofos – os sofistas – que desenvolveu e sistematizou uma linha de pensamento que, ao longo dos últimos 2.500 anos, tornou-se bem presente no dia-a-dia da raça humana: o relativismo. ”Tudo é relativo, não há verdades ou valores absolutos”, diriam pensadores como Górgias e Protágoras, os dois sofistas mais famosos da época de Sócrates, Platão e Aristóteles. Os séculos se passaram, Maquiavel reinventou essa filosofia sob o mote ”os fins justificam os meios” e, hoje, o século 21 vive um relativismo mais forte do que nunca. É isso o que comprova “O Suspeito”.

Quanto vale uma vida humana? É válido matar um homem para poupar muitos? É justificável torturar pessoas para salvar outras? Os direitos constitucionais de um indivíduo são intocáveis? O filme mostra que, nos Estados Unidos pós-11 de setembro, a resposta a essas perguntas tornou-se, simplesmente: “depende”. Tudo o que seria sólido e unânime é, na verdade, frágil e… relativo.

O Suspeito 1É fácil notar que o relativismo ocupa um lugar de destaque na sociedade atual. Como conseqüência do relativismo, os antigos sofistas gregos estabeleceram que ”o homem é a medida de todas as coisas”. Ou seja: os valores absolutos deixaram de existir, o que importa é a MINHA verdade. No que se refere a religião, então, nem se fala. Não se pode mencionar um Deus que tem regras e normas absolutas, que não tolera certas práticas. Que tem valores e verdades inflexíveis. Que é o que é. Hoje em dia, cada homem faz Deus à sua imagem e semelhança, um frankenstein daquilo que cada um deseja. É o “MEU deus”. Que, de repente, é diferente do seu. Seu deus tolera o aborto, por exemplo, pois VOCÊ, a medida de todas as coisas, é a favor do aborto. Ou do divórcio. Ou da pena de morte. Ou da sonegação de impostos. Ou de seja lá o que for. Cada um que monte a sua própria religião, de acordo com as suas conveniências, e o seu deus concordará com tudo – afinal, você é a medida de todas as coisas. O Criador do universo que diga amém à vontade de cada um.

O relativismo rotula os cristãos de fanáticos, intolerantes, segregacionistas, censores, autoritários, preconceituosos. O relativismo é contra o direito dos cristãos de crer em verdades e valores absolutos. De crer que só um Caminho leva a Deus. E, ao fazer isso, os relativistas se tornam intolerantes, segregacionistas, censores, autoritários e preconceituosos.

O Suspeito 2“O Suspeito” desnuda o relativismo. Não falando diretamente sobre religião – embora ela esteja muito presente, na forma da ortodoxia muçulmana – mas sobre direitos básicos de um inivíduo que vive em uma democracia. Quando o governo americano suspeita que o químico Anwar El-Ibrahimi (Omar Metwalli) está envolvido com um grupo terrorista, simplesmente o seqüestra, manda para o Egito e inicia uma série de torturas desumanas. Sem direito nem mesmo a um advogado ou a avisar a esposa (Reese Whiterspoon), só resta a Anwar o desespero. O jogo político por trás de sua prisão revela o relativismo presente nas instâncias mais altas dos poderes que nos governam. Que, em última análise, vive entocado em diferentes estratos da sociedade civil.

O Suspeito 3”O Suspeito” é um filme pesado. Mostra cenas explícitas de tortura e a explosão de uma bomba numa praça pública, com todas as mortes que o atentado provoca. Para crianças, não é um filme recomendável. O elenco é talentoso, amparado por nomes de peso. Além de Reese Whiterspoon, Jake Gyllenhall e Meryl Streep fecham o triunvirato de indicados ao Oscar.

Atores com excelente pedigree, uma trama bem amarrada, um roteiro cronologicamente inteligente e um medo bem atual são os ingredientes principais de “O Suspeito”. Juntos, eles refletem a assustadora realidade de que vivemos à mercê de sofistas que, hoje, ocupam altos cargos de liderança na nossa sociedade. Isso torna o mundo um lugar mais seguro? É relativo…

Maurício Zágari Tupinambá
Equipe CINEGOSPEL

Cotação: bom

[veja o trailer]

Anúncios




Principais estréias de 2008 * Reportagem

8 01 2008

Se há quem tenha achado 2007 um ano fraco para o cinema, 2008 deve ser muito diferente. A temporada de produções hollywoodianas está cheia de surpresas, que vão de super-heróis dos quadrinhos a histórias reais, sem esquecer de retornos aguardados, como a volta de Rambo e Indiana Jones. Segue uma lista de 30 dos principais títulos deste ano, uns imperdíveis, outros terríveis. Confira abaixo (lembrando que as datas de estréia previstas podem ser alteradas pelas distribuidoras).

1. “Indiana Jones e o reino da caveira de cristal”, de Steven Spielberg
Depois de passar muitos anos tentando viabilizar o projeto, George Lucas e Spielberg finalmente conseguiram colocar Harrison Ford novamente no papel de Indiana Jones, 19 anos depois do último filme da série.
Previsão de estréia: 22 de maio

2. “Batman – The dark knight”, de Christopher Nolan
As novas aventuras do morcego-herói, com Christian Bale no papel de Batman, Michael Caine como o Alfred e Heath Ledger na pele do Coringa.
Previsão de estréia: 18 de julho

3. “Harry Potter e o enigma do príncipe”, de David Yates
Pois é, o bruxo está de volta, fazer o quê… O sexto filme da série está programado para estrear nos cinemas em novembro. Os fãs aguardam saudosos.
Previsão de estréia: 21 de novembro

4. “High school musical 3”, de Kenny Ortega
A Disney já prometeu a volta de Troy, Gabriella e Sharpay em mais uma aventura este ano – talvez a derradeira.
Previsão de estréia: 10 de outubro

5. “Bond 22”, de Marc Forster
Daniel Craig volta à ação como o agente secreto 007. Dizem por aí que a 22ª aventura de Bond será uma batalha contra ele mesmo.
Previsão de estréia: 7 de novembro6. “Sex and the city – O filme”, de Michael Patrick King
O quarteto fútil e promíscuo liderado por Sarah Jessica Parker ganha as telas do cinema para contar a história do reencontro das quatro amigas solteironas que vivem em Nova York. Quem viu a série sabe que elas não têm nada a ensinar.
Previsão de estréia: 4 de julho

7. “O caçador de pipas”, de Marc Forster
Chega aos cinemas brasileiros a tão aguardada adaptação para o cinema do best-seller de Khaled Hosseini.
Previsão de estréia: 18 de janeiro

8. “Eu sou a lenda”, de Francis Lawrence
O filme traz Will Smith como sobrevivente de uma guerra biológica e tem no elenco também a brasileira Alice Braga.
Previsão de estréia: 18 de janeiro

9. “Onde os fracos não têm vez”, de Ethan e Joel Coen
O novo longa dos irmãos Coen traz Tommy Lee Jones e Javier Bardem na história de um homem que encontra US$ 2 milhões no local de um assassinato. Foi indicado a quatro Globos de Ouro, incluindo a categoria Melhor Filme Dramático.
Previsão de estréia: 1º de fevereiro

10. “Cloverfield – O monstro”, de Matt Reeves
O trailer do filme vem chamando muito a atenção dos fãs de filmes de terror por fazer lembrar “A bruxa de Blair”. Na história, um monstro invade a Terra.
Previsão de estréia: 8 de fevereiro

11. “Sweeney Todd – O barbeiro demoníaco da rua Fleet”, de Tim Burton
Johnny Depp e Helena Bonham Carter unem forças em mais um filme de Burton. Baseado no musical da Broadway, o longa conta a história de Benjamin Barker, conhecido como Sweeney Todd, que abre uma sinistra barbearia em Londres.
Previsão de estréia: 8 de fevereiro

12. “Não estou lá”, de Todd Haynes
Sucesso no Festival do Rio e na Mostra de São Paulo, o longa reúne vários atores e atrizes que vivem Bob Dylan em diferentes fases de sua vida. No elenco estão Cate Blachett e Christian Bale, entre outros.
Previsão de estréia: março, sem data definida

13. “Persépolis”, de Vincent Paronnaud e Mariane Satrapi
Baseado na HQ de Marjane Satrapi (que também assina a co-direção do longa), “Persépolis” foi premiado pelo público na Mostra Internacional de Cinema de SP. A animação conta a história de uma adolescente em tempos difíceis no Irã.
Previsão de estréia: 15 de fevereiro

14. “Into the wild”, de Sean Penn
Também muito aplaudido na Mostra de Cinema de São Paulo, o filme dirigido com Sean Penn narra a história real de um jovem que abandona a família, os bens e o dinheiro para cair no mundo, com a ambição de chegar – e sobreviver- ao Alasca. Indicado a dois Globos de Ouro.
Previsão de estréia: 22 de fevereiro

15. “Sangue negro”, de Paul Thomas Anderson
O elogiado ator Daniel Day-Lewis trabalhou por quatro anos com o diretor na preparação para interpretar o empresário de petróleo Daniel Plainview, protagonista do longa. Indicado a dois Globos de Ouro.
Previsão de estréia: 15 de fevereiro

16. “Juno”, de Jason Reitman
Ellen Page vive a personagem-título deste longa, indicado triplamente ao Globo de Ouro. Na tram, uma adolescente grávida decide, com a ajuda de sua melhor amiga, encontrar pais adotivos perfeitos para o filho que vai nascer.
Previsão de estréia: 1º de fevereiro

17. “Desejo e reparação”, de Joe Wright
Baseado no livro de Ian McEwan, traz Keira Knightley como protagonista do drama de um rapaz que, acusado de um crime, vai para a guerra tentando fugir da cadeia. Mas tudo em que pensa é no amor que deixou em sua cidade natal. Concorre em sete prêmios no Globo de Ouro.
Previsão de estréia: 11 de janeiro

18. “O gângster”, de Ridley Scott
Denzel Washington e Russell Crowe contam a história de um policial que tenta acabar com Frank Lucas, poderoso traficante americano dos anos 70. Tem três indicações ao Globo de Ouro.
Previsão de estréia: 25 de janeiro

19. “Senhores do crime”, de David Cronenberg
Viggo Mortensen e Naomi Watts estão na história de uma médica que testemunha a morte de uma jovem, durante o parto na noite de Natal. Com o bebê sob seus cuidados, ela vai tentar descobrir tudo sobre o passado da moça. Violento.
Previsão de estréia: 7 de março

20. “The changeling”, de Clint Eastwood
Angelina Jolie interpreta uma mãe que tem seu filho seqüestrado, mas quando a criança é devolvida ela suspeita que não seja seu filho.
Previsão de estréia: 7 de novembro nos EUA (ainda sem data definida para o Brasil)

21. “Elizabeth – A era de ouro”, de Shekhar Kapur
Cate Blanchett não desperdiça oportunidades de mostrar quão talentosa é. Neste filme, ela interpreta a rainha Elizabeth I e contracena com Clive Owen, o explorador Walter Raleigh.
Previsão de estréia: 15 de fevereiro

22. “Cegueira”, de Fernando Meirelles
O diretor brasileiro escalou um elenco internacional, com Julianne Moore, Mark Ruffalo, Danny Glover e Gael García Bernal para sua versão cinematográfica de “Ensaio sobre a cegueira”, de José Saramago.
Previsão de estréia: outubro, ainda sem data definida

23. “O suspeito”, de Gavin Hood
Com Reese Whiterspoon e Jake Gyllenhaal – que se envolveram durante as filmagens -, a trama do filme começa com o desaparecimento de um suspeito de terrorismo, em um vôo da África para os EUA.
Previsão de estréia: 11 de janeiro

24. “Rambo 4”, de Sylvester Stallone
A quarta parte das aventuras do herói-machão Rambo vem com a assinatura de Sylvester Stallone na direção e no roteiro, além, claro, de ele voltar a interpretar o protagonista 20 anos depois do último filme da série. Desta vez, ele usa muita, mas muita violência, para resgatar um grupo de missionários cristãos.
Previsão de estréia: 1º de fevereiro

25. “Hellboy 2 – the golden army”, de Guillermo del Toro
Ron Perlman encarna o “demônio bonzinho” (pode?) na adaptação dos quadrinhos de Mike Mignola, sob o comando do cineasta de “Labirinto do fauno”.
Previsão de estréia: 5 de setembro

26. “À prova da morte”, de Quentin Tarantino
Em seu novo longa-metragem, Tarantino mergulha no mundo de um dublê de filmes de ação.
Previsão de estréia: abril, sem data definida

27. “Homem de ferro”, de Jon Favreau
Robert Downey Jr. encarna o papel principal nesta esperada adaptação da HQ da Marvel, que também conta com Gwyneth Paltrow e Terrence Howard no elenco.
Previsão de estréia: 1º de maio

28. “Speed racer”, de Andy e Larry Wachowski
Os criadores da trilogia “Matrix” dão vida ao desenho animado no filme que conta com Emile Hirsch no papel principal e Christinna Ricci como Trixie.
Previsão de estréia: 9 de maio

29. “The incredible Hulk”, de Louis Leterrier
Com cenas filmadas no Rio de Janeiro, o novo longa traz Edward Norton na pele do personagem.
Previsão de estréia: 13 de junho

30. “Cassandra’s dream”, de Woody Allen
Filmado em Londres, o novo longa do diretor traz Ewan McGregor e Colin Farrell como dois irmãos que viram inimigos depois que se metem numa encrenca.
Previsão de estréia: 1º de maio.

source globo.com