Principais estréias de 2008 * Reportagem

8 01 2008

Se há quem tenha achado 2007 um ano fraco para o cinema, 2008 deve ser muito diferente. A temporada de produções hollywoodianas está cheia de surpresas, que vão de super-heróis dos quadrinhos a histórias reais, sem esquecer de retornos aguardados, como a volta de Rambo e Indiana Jones. Segue uma lista de 30 dos principais títulos deste ano, uns imperdíveis, outros terríveis. Confira abaixo (lembrando que as datas de estréia previstas podem ser alteradas pelas distribuidoras).

1. “Indiana Jones e o reino da caveira de cristal”, de Steven Spielberg
Depois de passar muitos anos tentando viabilizar o projeto, George Lucas e Spielberg finalmente conseguiram colocar Harrison Ford novamente no papel de Indiana Jones, 19 anos depois do último filme da série.
Previsão de estréia: 22 de maio

2. “Batman – The dark knight”, de Christopher Nolan
As novas aventuras do morcego-herói, com Christian Bale no papel de Batman, Michael Caine como o Alfred e Heath Ledger na pele do Coringa.
Previsão de estréia: 18 de julho

3. “Harry Potter e o enigma do príncipe”, de David Yates
Pois é, o bruxo está de volta, fazer o quê… O sexto filme da série está programado para estrear nos cinemas em novembro. Os fãs aguardam saudosos.
Previsão de estréia: 21 de novembro

4. “High school musical 3”, de Kenny Ortega
A Disney já prometeu a volta de Troy, Gabriella e Sharpay em mais uma aventura este ano – talvez a derradeira.
Previsão de estréia: 10 de outubro

5. “Bond 22”, de Marc Forster
Daniel Craig volta à ação como o agente secreto 007. Dizem por aí que a 22ª aventura de Bond será uma batalha contra ele mesmo.
Previsão de estréia: 7 de novembro6. “Sex and the city – O filme”, de Michael Patrick King
O quarteto fútil e promíscuo liderado por Sarah Jessica Parker ganha as telas do cinema para contar a história do reencontro das quatro amigas solteironas que vivem em Nova York. Quem viu a série sabe que elas não têm nada a ensinar.
Previsão de estréia: 4 de julho

7. “O caçador de pipas”, de Marc Forster
Chega aos cinemas brasileiros a tão aguardada adaptação para o cinema do best-seller de Khaled Hosseini.
Previsão de estréia: 18 de janeiro

8. “Eu sou a lenda”, de Francis Lawrence
O filme traz Will Smith como sobrevivente de uma guerra biológica e tem no elenco também a brasileira Alice Braga.
Previsão de estréia: 18 de janeiro

9. “Onde os fracos não têm vez”, de Ethan e Joel Coen
O novo longa dos irmãos Coen traz Tommy Lee Jones e Javier Bardem na história de um homem que encontra US$ 2 milhões no local de um assassinato. Foi indicado a quatro Globos de Ouro, incluindo a categoria Melhor Filme Dramático.
Previsão de estréia: 1º de fevereiro

10. “Cloverfield – O monstro”, de Matt Reeves
O trailer do filme vem chamando muito a atenção dos fãs de filmes de terror por fazer lembrar “A bruxa de Blair”. Na história, um monstro invade a Terra.
Previsão de estréia: 8 de fevereiro

11. “Sweeney Todd – O barbeiro demoníaco da rua Fleet”, de Tim Burton
Johnny Depp e Helena Bonham Carter unem forças em mais um filme de Burton. Baseado no musical da Broadway, o longa conta a história de Benjamin Barker, conhecido como Sweeney Todd, que abre uma sinistra barbearia em Londres.
Previsão de estréia: 8 de fevereiro

12. “Não estou lá”, de Todd Haynes
Sucesso no Festival do Rio e na Mostra de São Paulo, o longa reúne vários atores e atrizes que vivem Bob Dylan em diferentes fases de sua vida. No elenco estão Cate Blachett e Christian Bale, entre outros.
Previsão de estréia: março, sem data definida

13. “Persépolis”, de Vincent Paronnaud e Mariane Satrapi
Baseado na HQ de Marjane Satrapi (que também assina a co-direção do longa), “Persépolis” foi premiado pelo público na Mostra Internacional de Cinema de SP. A animação conta a história de uma adolescente em tempos difíceis no Irã.
Previsão de estréia: 15 de fevereiro

14. “Into the wild”, de Sean Penn
Também muito aplaudido na Mostra de Cinema de São Paulo, o filme dirigido com Sean Penn narra a história real de um jovem que abandona a família, os bens e o dinheiro para cair no mundo, com a ambição de chegar – e sobreviver- ao Alasca. Indicado a dois Globos de Ouro.
Previsão de estréia: 22 de fevereiro

15. “Sangue negro”, de Paul Thomas Anderson
O elogiado ator Daniel Day-Lewis trabalhou por quatro anos com o diretor na preparação para interpretar o empresário de petróleo Daniel Plainview, protagonista do longa. Indicado a dois Globos de Ouro.
Previsão de estréia: 15 de fevereiro

16. “Juno”, de Jason Reitman
Ellen Page vive a personagem-título deste longa, indicado triplamente ao Globo de Ouro. Na tram, uma adolescente grávida decide, com a ajuda de sua melhor amiga, encontrar pais adotivos perfeitos para o filho que vai nascer.
Previsão de estréia: 1º de fevereiro

17. “Desejo e reparação”, de Joe Wright
Baseado no livro de Ian McEwan, traz Keira Knightley como protagonista do drama de um rapaz que, acusado de um crime, vai para a guerra tentando fugir da cadeia. Mas tudo em que pensa é no amor que deixou em sua cidade natal. Concorre em sete prêmios no Globo de Ouro.
Previsão de estréia: 11 de janeiro

18. “O gângster”, de Ridley Scott
Denzel Washington e Russell Crowe contam a história de um policial que tenta acabar com Frank Lucas, poderoso traficante americano dos anos 70. Tem três indicações ao Globo de Ouro.
Previsão de estréia: 25 de janeiro

19. “Senhores do crime”, de David Cronenberg
Viggo Mortensen e Naomi Watts estão na história de uma médica que testemunha a morte de uma jovem, durante o parto na noite de Natal. Com o bebê sob seus cuidados, ela vai tentar descobrir tudo sobre o passado da moça. Violento.
Previsão de estréia: 7 de março

20. “The changeling”, de Clint Eastwood
Angelina Jolie interpreta uma mãe que tem seu filho seqüestrado, mas quando a criança é devolvida ela suspeita que não seja seu filho.
Previsão de estréia: 7 de novembro nos EUA (ainda sem data definida para o Brasil)

21. “Elizabeth – A era de ouro”, de Shekhar Kapur
Cate Blanchett não desperdiça oportunidades de mostrar quão talentosa é. Neste filme, ela interpreta a rainha Elizabeth I e contracena com Clive Owen, o explorador Walter Raleigh.
Previsão de estréia: 15 de fevereiro

22. “Cegueira”, de Fernando Meirelles
O diretor brasileiro escalou um elenco internacional, com Julianne Moore, Mark Ruffalo, Danny Glover e Gael García Bernal para sua versão cinematográfica de “Ensaio sobre a cegueira”, de José Saramago.
Previsão de estréia: outubro, ainda sem data definida

23. “O suspeito”, de Gavin Hood
Com Reese Whiterspoon e Jake Gyllenhaal – que se envolveram durante as filmagens -, a trama do filme começa com o desaparecimento de um suspeito de terrorismo, em um vôo da África para os EUA.
Previsão de estréia: 11 de janeiro

24. “Rambo 4”, de Sylvester Stallone
A quarta parte das aventuras do herói-machão Rambo vem com a assinatura de Sylvester Stallone na direção e no roteiro, além, claro, de ele voltar a interpretar o protagonista 20 anos depois do último filme da série. Desta vez, ele usa muita, mas muita violência, para resgatar um grupo de missionários cristãos.
Previsão de estréia: 1º de fevereiro

25. “Hellboy 2 – the golden army”, de Guillermo del Toro
Ron Perlman encarna o “demônio bonzinho” (pode?) na adaptação dos quadrinhos de Mike Mignola, sob o comando do cineasta de “Labirinto do fauno”.
Previsão de estréia: 5 de setembro

26. “À prova da morte”, de Quentin Tarantino
Em seu novo longa-metragem, Tarantino mergulha no mundo de um dublê de filmes de ação.
Previsão de estréia: abril, sem data definida

27. “Homem de ferro”, de Jon Favreau
Robert Downey Jr. encarna o papel principal nesta esperada adaptação da HQ da Marvel, que também conta com Gwyneth Paltrow e Terrence Howard no elenco.
Previsão de estréia: 1º de maio

28. “Speed racer”, de Andy e Larry Wachowski
Os criadores da trilogia “Matrix” dão vida ao desenho animado no filme que conta com Emile Hirsch no papel principal e Christinna Ricci como Trixie.
Previsão de estréia: 9 de maio

29. “The incredible Hulk”, de Louis Leterrier
Com cenas filmadas no Rio de Janeiro, o novo longa traz Edward Norton na pele do personagem.
Previsão de estréia: 13 de junho

30. “Cassandra’s dream”, de Woody Allen
Filmado em Londres, o novo longa do diretor traz Ewan McGregor e Colin Farrell como dois irmãos que viram inimigos depois que se metem numa encrenca.
Previsão de estréia: 1º de maio.

source globo.com





Os melhores filmes e DVDs de 2007 para evangélicos

3 01 2008

O CINEGOSPEL fez uma pesquisa junto a pastores, teólogos, professores de teologia, jornalistas e pessoas selecionadas para elaborar o ranking dos cinco melhores filmes de 2007 para o público cristão.

Nossos convidados votaram em cinco longas-metragens que estrearam nos cinemas do Brasil e em cinco longas-metragens que chegaram às locadoras do Brasil em 2007 mas, após a contagem dos votos, acabamos incluindo mais do que cinco em cada categoria.

É importante ressaltar que não são necessariamente filmes evangélicos ou voltados para o público cristão e evangelico em geral, mas produções que contém mensagens e valores positivos do ponto de vista da ética bíblica. Segue abaixo o resultado:

.

DVDs

Desafiando os gigantes_ 1

Desafiando os Gigantes
(leia reportagem no CINEGOSPEL)

Feliz Natal

Feliz Natal
(leia crítica no CINEGOSPEL)

Reine sobre mim

 

Reine sobre mim

.

À Procura da Felicidade

À procura da felicidade
JESUS A HISTÓRIA DO NASCIMENTO

Jesus – A história do nascimento
A MENINA E O PORQUINHO

A menina e o porquinho

.

.

CINEMAS

Spiderman White

O Preço da Coragem

O Preço da Coragem
(leia crítica no CINEGOSPEL)

Encantada PosterEncantada
(leia crítica no CINEGOSPEL)

.

Nancy Drew
Nancy Drew
(leia crítica no CINEGOSPEL)

Tá dando onda!
Tá dando onda
(leia crítica no CINEGOSPEL)

ratatouille

.





Os piores filmes e DVDs de 2007 para evangélicos

3 01 2008

O CINEGOSPEL fez uma pesquisa junto a pastores, teólogos, professores de teologia, jornalistas e pessoas selecionadas para elaborar o ranking dos cinco PIORES filmes de 2007 para o público cristão. Ou seja: são filmes que ensinam heresias ou que vão ofender, irritar ou simplesmente incomodar pessoas que procuram viver vidas segundo a ética bíblica. E que não têm nada a acrescentar.
Nossos convidados votaram em nove longas-metragens que estrearam nos cinemas do Brasil e em seis longas-metragens que chegaram às locadoras do Brasil em 2007. Segue abaixo o resultado:

.

DVDs

As sete leis espirituais do sucesso

As sete leis
espirituais
do sucesso

Espiritos 2


Espiritos 2

Luzes do Além

Luzes do Além

.

Motoqueiro Fantasma

Motoqueiro
Fantasma

Despedida de solteiro

Despedida
de solteiro
em Las Vegas

Número 23

Número 23

.

.

CINEMA

Bussola 1

A Bússola de Ouro
(leia crítica no CINEGOSPEL)

Planeta Terror

Grindhouse
Planeta Terror

(leia crítica no CINEGOSPEL)

Superbad

Superbad – É hoje!
(leia crítica no CINEGOSPEL)

.

O Albergue 2.

O Albergue 2
(leia crítica no CINEGOSPEL)

O Segredo 2

O Segredo
(leia crítica no CINEGOSPEL)

Harry potter

Harry Potter e
a Ordem da Fênix

(leia crítica no CINEGOSPEL)

.

O balconista 2

O Balconista 2
(leia crítica no CINEGOSPEL)

RESIDENT EVIL 3

Resident Evil 3:
Extinção

(leia crítica no CINEGOSPEL)

Jogos Mortais 4

Jogos Mortais 4
(leia crítica no CINEGOSPEL)

.







Cinema na obra missionária * Artigo

5 11 2007

A importância do cinema nas missões (em 3 atos)

Ato 1 – O Contexto

“O Menino e o Barco” 2Já está consagrado: mídia, TV e cinema são os instrumentos mais poderosos de comunicação que há. A musica não fica para trás, tem seu lugar especial. A TV e o cinema, no entanto, ocupam um espaço prioritário. Quase todos os dias, bilhões de pessoas no mundo todo assistem ou a um programa de TV, ou a um filme. Os cinemas ficam cada vez mais lotados – principalmente nas grandes cidades. O áudio-visual ocupa portanto o primeiro lugar em quase todos os paises. Não há dúvida de que pessoas vão ao cinema, ou alugam um filme por uma razão que vai muito mais além da diversão. Pessoas assistem a filmes porque querem que suas mentes sejam ativadas inteligentemente e estão sempre em busca de uma história que “mexa” com suas vidas. A má notícia sobre tudo isto é que nosso inimigo se apoderou desta eficientíssima arma, e nós, cristãos, ficamos muito, muito para trás!

Ato 2 – O Drama e a Trama

“O Menino e o Barco” 3Seria redundante escrever sobre os danos que filmes, principalmente os produzidos por Hollywood, têm causado em todo o globo. Basta dizer que desde os anos 30 os principais estúdios de cinema estão comprometidos em ridicularizar o cristianismo, as autoridades e a família – e eles têm tido êxito. O cinema produzido por homens e mulheres que não conhecem a Deus tem distorcido o conceito de “beleza”, que é parte da natureza de Deus e sua criação, e beleza é parte essencial da cinematografia e da história.

“O Menino e o Barco” 4Milhares de filmes são produzidos a cada ano e todos eles mostram a cosmovisão dos roteiristas, diretores e diretores de fotografia. Quase todos mostram conflitos reais da vida humana, mas sem solução ou com a solução errada. Alguns, como Quentin Tarantino, mostram uma cinematografia caótica, porque reflete sua visão, seu estilo e sua vida. Se aceitarmos então de fato que se trata de um poderoso meio de comunicação, os pensamentos, os sentimentos e as atitudes podem ser transformados para bem ou para mal. Há um estrago sendo feito, não há dúvidas, mas também cresce o número de espectadores insatisfeitos com a resposta que o cinema mundial está apresentando. Na Academia de Cineastas Cristãos, em 2005, mostraram uma Hollywood ladeira abaixo.

Ato 3 – A Solução

O filme vai chegando ao seu final e pouco a pouco o grande vilão tem sido revelado. Mas o que muita gente não sabe é que a Igreja de Cristo tem sido preparada para usar o cinema como um importante instrumento de evangelização no que pode ser o último avanço missionário na história. Uma das coisas que sabemos e que Hollywood não sabe é que temos as histórias que todos querem ver, temos verdadeiros heróis que constróem nossa fé e um Deus que é o melhor diretor, produtor e financiador em todo o universo. Diretores e produtores comprometidos com Deus estão prontos para começarem a fazer filmes que impactarão o mundo nos próximos anos. Um filme produzido por uma igreja no interior da Geór“O Menino e o Barco” 1gia, “Desafiando os Gigantes” mostra que Davi derrotou a Golias, ou seja, um filme de 100 mil dólares derrubou outras produções milionárias de Hollywood. Milhares de vidas têm sido transformadas por meio desse filme nos Estados Unidos e em outros países do mundo. Não somente o filme em si é uma ferramenta missionária, mas todo o processo de pré-produção e produção cinematográfica pode ser uma grande oportunidade para transformação de vidas.

O cinema, no nosso caso, tem aberto portas no campo missionário. Como diretor posso ter acesso a pessoas e lugares que não poderia como missionário somente. Esperamos com nossas produções poder, no mínimo, levar pessoas a conhecer Jesus por meio de todo processo que envolve fazer um filme. Esperamos aprender o que Hollywood sabe e que nós não sabemos, ou seja, fazer filmes com profissionalismo e excelência cinematográfica. Com os dois elementos, história e arte, nosso vilão será derrotado – porque, em Cristo, somos mais do que vencedores.

The End

 

Moisés Menezes

Moisés Menezes
Missionário em Varsóvia (Polônia)
Membro da Primeira Igreja Batista de Boston (EUA)
Cineasta, diretor dos filmes “My Name is Nadia” e
“O Menino e o Barco” (cujas fotos ilustram este artigo)

 

 





Desafiando os gigantes * Reportagem

26 10 2007

Desafiando os gigantes_ 1 Um ano e três mil almas depois…

“Desafiando os gigantes” está completando um ano de estréia nos cinemas americanos. O filme, uma iniciativa da igreja Sherwood Baptist Church, em Albany (EUA) é considerado o maior sucesso do cinema cristão dos últimos anos. Agora, os responsáveis pelo projeto decidiram fazer um balanço da iniciativa. E a informação mais importante é que mais de 3 mil pessoas enviaram e-mails para a igreja dizendo que entregaram suas vidas para Jesus depois de ter assistido ao filme.

Desafiando os gigantes_ 3Rodado com uma única câmera e com elenco e equipe de 500 membros voluntários, ”Desafiando os gigantes” mostra uma história atual e com uma linguagem clara a cristãos e não-cristãos. Resultado: filmado com o orçamento pífio de cem mil dólares, já faturou mais de dez milhões. Nos EUA, ficou em cartaz em mais de mil cinemas por 17 semanas. No Brasil, já está nas locadoras. No total, a produção está disponível em 57 países, 10 idiomas e em todos os continentes. Além disso, foi exibida em cruzeiros da Disney e em vôos das Linhas Aéreas Turcas – detalhe: a Turquia é majoritariamente islâmica.

Desafiando os gigantes_ Pastor CattA idéia de fazer o filme surgiu depois que a liderança da Sherwood tomou conhecimento de uma pesquisa que mostra que filmes têm uma influência maior na sociedade do que as igrejas. Este é o segundo longa-metragem da Sherwood Pictures, depois de ”Flywheel”. Em entrevista, o pastor da congregação, Michael Catt (foto), disse que um dos elementos mais importantes na realização do longa-metragem foi a oração. ”Tudo foi feito em oração”, disse. Entre as realizações de “Desafiando os gigantes” estão:

– depois do fim de semana de estréia, alcançou o primeiro posto no ranking do Yahoo por seus usuários;
– a famosa revista esportiva americana Sports Illustrated o incluiu na lista dos 10 melhores filmes esportivos do ano;
– o DVD está sendo apresentado internacionalmente em igrejas, escolas e prisões;
– mais de 5.500 igrejas e ministérios compraram licenças para exibir o filme publicamente e o estão usando para ministrar;
– o DVD foi ranqueado como o sexto mais vendido nos EUA após seu lançamento;
– um livro de 288 páginas com a história do filme foi lançado em setembro no mercado estado-unidense;
– a Assembléia Legislativa do estado da Georgia homenagou a Sherwood Pictures e a igreja pelo impacto positivo do filme.

FireproofPara o futuro, a congregação trabalha numa produção chamada ”Fireproof”, sobre um casal à beira do divórcio que tem seu casamento restaurado por Cristo. ”Somos responsáveis por ser verdadeiros com nosso público em nossos futuros projetos”, afirma o Pr. Catt. ”Queremos ser cristãos de fato. Não queremos dizer às pessoas para ser boas, queremos encorajá-las a ser justas e retas. Não podemos e não vamos comprometer o Evangelho para fazer sucesso”, conclui.


Maurício Zágari Tupinambá

Equipe CINEGOSPEL

[veja o trailer]

[leia mais informações sobre o filme AQUI]

[leia mais informações sobre o filme AQUI]

 





The Rev * Reportagem

25 09 2007

The Rev O efeito Desafiando os gigantes

O filme Desafiando os gigantes fez história. Produzido por membros de uma igreja evangélica com um orçamento de US$ 100 mil (ridículo para os padrões de Hollywood, onde um filme considerado barato não custa menos de US$ 10 milhões), faturou dez vezes mais nas bilheterias. Com esse feito, inspirou uma nova geração de cineastas amadores, que estão produzindo filmes independentes e buscando a distribuição de grandes companhias. O mais recente longa-metragem a seguir as pegadas de Desafiando os gigantes é The Rev.

Escrito, produzido e estrelado pelo calouro John Carmen, conta a história de um pastor, o reverendo Johnny Starr, um evangelista itinerante que prega na estrada e encontra os mais variados tipos pelo caminho. Branco mas criado por uma família de negros, Starr acredita ter sido chamado por Deus para pregar o evangelho e para ser um astro do rock. Por isso, ele vai para Las Vegas, o lugar ideal para converter pecadores e brilhar sob os holofotes. Só que o que ele encontra na cidade é uma igrejinha prestes a ser desapropriada. É lá que ele terá de enfrentar seus desafios.

Carmen espera que seu filme consiga alcançar tantos espectadores quanto Desafiando os gigantes. ”Filmes independentes como o meu são os mais apaixonados. Pus meu coração e minha alma nele e estou orgulhoso do que minha equipe realizou”, afirma. ”Assisti a Desafiando os gigantes e gostei tremendamente. É um filme que fez muito por nós ao mostrar aos estúdios que há o desejo por esse tipo de produção”, conclui Carmen.

The Rev conta na trilha sonora com 15 músicas gospel. A estréia nos cinemas estadounidenses está prevista para 2008. No Brasil, deve chegar direto em DVD.

Equipe CINEGOSPEL





Apareça num filme de Hollywood!

12 07 2007

Tobey

Você gostaria de aparecer num filme de Hollywood? Já imaginou, poder ficar grudadinho em atores como o Tobey Maguire como esses figurantes aí da foto? Parece impossível? Que nada, se você vive orando por uma oportunidade como essa, o CINEGOSPEL é a resposta às suas orações. É fácil e rápido, mas tem um porém: é preciso estar disposto a bancar uma viagem para os Estados Unidos. Tudo o que você tem de fazer é clicar AQUI. Você será direcionado para uma página em inglês onde poderá se cadastrar para participar como figurante de produções de Hollywood, sem pagar nada. Além disso, os responsáveis sorteiam prêmios para os inscritos, fornecem alimentação durante as filmagens e possibilitam que você veja de perto como é a filmagem de um filme hollywodiano. É só escrever seu endereço de e-mail no espaço “Email:” e aguardar que te respondam. Inscreva-se e que você possa ser sal e luz nos sets de filmagem de todo o mundo!

BeInaMovie